Sebastian 122

SEBASTIAN 122

Fé e consciência

……….nosso Pai esteja conosco e com todos neste instante e que possa a Luz trazer clareza aos sentidos, que possamos ter entendimento de como este é o momento que se tenta enganar os sentidos. Quando falamos que existe a tentativa e na maioria das vezes com sucesso de enganar os sentidos, estamos falando daquilo que se sente. Aquilo que pretendemos entender é aquilo que nos permitimos sentir.

Muitas vezes pensamos entender porque nos permitimos sentir, ou acreditamos estar sentindo da maneira correta, não filtramos as coisas que estão vindo em nossa direção, vivemos o momento como dizem, mas não é apenas viver o momento mas saber se você deve viver este momento ou se você está no lugar certo na hora certa. Podemos não estar no lugar certo na hora certa.

Por isso é imprescindível que estejamos cada vez mais sensibilizados com a luz divina, em tudo busque a presença de Deus mas ao mesmo tempo perceba onde não está a verdade, onde em todas as coisas que se manifestam a verdade não está sendo manifesta. Durante um ensinamento que foi dado, foi dito algo extremamente precioso, é extremamente importante compreender isto, porque nos seus pensamentos, que é aquilo que se permite, que está o foco daquilo que você acredita ou daquilo que você permite estar na sua mente, enquanto você está em conflito com seus pensamentos, com aquilo que você está pensando, você pode não estar dando a atenção àquilo que deveria verdadeiramente estar dando atenção.

Então os pensamentos podem ser apenas para te enganar, por isso você não pode perder tempo com os pensamentos que não têm luz, que não trazem efetivamente nenhuma resposta para as coisas que precisam ser práticas. Você precisa administrar seus pensamentos, todos eles, você pode ser perguntar como pode fazer isto, veja, direcione a sua atenção para o divino em todas as coisas e os pensamentos que virão serão pensamentos construtivos.

Talvez você não tenha consciência completa da importância de se ter consciência de seus pensamentos, e o grande ensinamento que foi dado é que aquele que não tem consciência completa de seus pensamentos não tem consciência completa de sua vida. Por isso, é imprescindível que você tenha consciência de sua vida e simultaneamente, se você não domina seus pensamentos, você não domina a sua vida.

É importante então, não apenas você achar que sabe que seus pensamentos estão sob controle, não é apenas ficar assistindo o que está acontecendo, mas também não é agarrar aquilo que está vindo, é permitir um fluir dentro dos filtros que você determina. Porque virão outros pensamentos mas eles não passarão pelos seus filtros. Os pensamentos corretos, o pensamentos divino que é o foco primordial da atenção que devemos dar as coisas da vida, a atenção primordial que devemos dar ao crescimento….veja, onde você está aplicando a sua energia mental para o seu crescimento? E falamos o seu crescimento interno e espiritual, não é algo que você faz de bom para o outro que te faz crescer espiritualmente, muitos podem fazer coisas aparentemente boas mas com intenções.

Então, com que propósito você está fazendo um bem? Não é o que você faz, mas o que gera a sua ação, aí sim o que fazer na estampa das coisas, você pode estar pensando que está fazendo as coisas e aí está bem espiritualmente, você se justifica diante de Deus porque está ajudando as pessoas, mas isso é uma forma falsa de ser hipócrita com a própria alma, porque está dizendo: “pelo menos estou fazendo e ninguém pode falara nada”. Mas você está se enganando, não apenas porque não há amor, mas porque onde está o sacrifício do pensamento, do propósito. Sacrificar as formas pensamento caídas que te fazem acreditar e crer, porque são as formas pensamento que fazem e geram a sua crença e é a sua crença que vai determinar sua energia, a sua libertação, fracasso e sucesso verdadeiro dentro do propósito.

Então o seu propósito deve ser o mesmo propósito de Deus nas coisas comuns da vida, nas coisas comuns daquilo que você pode aplicar mas não se iludir com o fato de simplesmente estar fazendo, mas fazer por inteiro, fazer com o propósito da mente. Fazer não porque vai ser bom para o outro, não é apenas isto, mas fazer porque a sua alma pede para você fazer. É fácil comprar a admiração das pessoas com atitudes, é fácil comprar o convencimento da sua mente racional com suas próprias atitudes, e isto conforme vocês estavam estudando ontem, isto chama-se “meridiano de Judas”, este é o meridiano de Judas, é aquele que trai você por dentro, fazer você acreditar que está fazendo algo bom. Dizemos “ a intenção é boa”, então não é apenas a intenção, é o propósito da alma.

A sua alma está realmente preocupada no sentido de ação da humanidade, do próximo? Está realmente determinada a fazer os sacrifícios necessários? E o que são os sacrifícios necessários? Há vários, começando pelo pensamento. Não vamos apontar para dizer que você tem que sacrificar isto ou aquilo. Quando Abraão tinha que sacrificar o seu filho único, um grande teste, mas assim ele foi com dor, uma dor inimaginável, uma incompreensão inimaginável. Mas porque assim mesmo ele foi? Porque ele sabia que existia algo maior, porque a alma sabia que existia algo maior, ele teve que sacrificar os pensamentos, ele teve que desapegar de algo que para ele era o seu próprio sangue para poder fazer isto.

Então na última hora o anjo lhe segurou a mão para mostrar, não apenas de forma poética que é um texto, não, é o sacrifício da forma pensamento, para que os pensamentos divinos comecem a agir dentro de você. Como você deseja que os pensamentos divinos ajam dentro de você, se você não abre mão dos seus, se você não abre mão da sua forma de acreditar nas coisas limitadas das formas emocionais, ou de outras maneiras. Você terá liberdade para fazer isto mas permita que o pensamento divino, permita que a luz, permita que o poder purifique a sua mente, o seu coração, porque é muito fácil para as pessoas dizerem “estou na luz”, orarem mas na hora em que forem contrariadas, instantaneamente elas se viram contra os que fizeram algo contra eles, e têm justificativas e argumentos.
Abraão teve que criar um suporte de pensamentos na luz para isto, porque ele se debateu em seus pensamentos, ele negou a possibilidade de fazer isto, ele não conseguiu inicialmente realizar esta atividade dentro dele. Mas ele teve que passar por cima, vencer, abrir mão para criar um campo de luz. Criar um campo de luz interno, um campo de luz capaz de suportar, criar o que é chamado de “kli” ou um campo de luz interno, ou um receptáculo de luz para comportar através do seu potencial divino. Todos têm um “kli” ou o potencial para suportar porque as pessoas não suportariam a luz divina, se não abrirem mão da luz inferior não suportarão os pensamentos divinos senão abrirem mão dos seus , é fácil dizer “sim, estou com Deus”, mas receber a verdadeira luz, o verdadeiro poder, aqueles que não estão preparados para isto, não suportarão isto, receberão apenas uma centelha e ainda assim não suportarão.

Então é preciso abrir a sua mente, você não deixará aquilo que você é, ao contrário, você se tornará aquilo que você é verdadeiramente. Mas aprender a fazer os sacrifícios requer mudar os seus valores, mudar os valores de apego material, mudar o apego mental, o apego emocional que você tem por sua família, seus parentes, por seus filhos, pais, irmãos. Você deve desapegar deles e saber que o amor aumenta quando isto acontece, não diminui, e quando o seu amor aumenta, o seu amor os abarca. Veja, o apego é uma ligação linear que está abaixo do nível de uma radiação maior. Quando você desapega o seu amor aumenta tanto, ele se transforma tanto, ele cria um grande poder porque ele se mescla com o amor divino de Deus, ele se torna o amor de Deus e você desperta dentro de você o Meshia B’nai Meshia, ou o Cristo B’nai Cristo, o filho, filho do Cristo, ou o filho do filho, ou o Cristo menino dentro de você, o Cristo criança que nasce dentro de você, o Cristo interno que desperta porque você encontrou verdadeiramente este suporte. Vamos dizer com verdadeiro amor pedindo este nascimento interno. Digamos: Cristo b’nai Cristo, Cristo b’nai Cristo……

E nós pedimos que o Cristo menino nasça dentro de nós, e assim começamos a fazer a conexão para o alto, mas não apenas uma conexão vaga que vou sentir apenas na hora da oração, não uma conexão que quando estamos reunidos é agradável, não é isto. É uma conexão continua do propósito e o continuum do propósito se manifesta em todos os níveis e sentidos, em todas as direções quando você está verdadeiramente com o propósito. A sua alma está chamando você ao longo do tempo e você só escutava a sua razão, só escutava aquilo que você pensava ser seu coração e não era o seu coração falando, eram as emoções instigadas pelos seus sentidos falsos que te faziam sentir e ter a convicção de que aquilo era verdade e você passou entender que não era, porque permitir que o coração haja é fazer com que ele abarque tudo e a todos, com que você não julgue mais, que você não se importe com o julgamento que fazem de você mas acima de tudo que você não julgue mais.

Mas não se engane com pensamentos como “ pelo menos estou fazendo” , não , você não precisa, você sempre desejará fazer mais e mais. Ao contrário, veja, aqueles que se satisfazem com este pensamento é localizado, é limitado, é fugaz, é um subterfúgio emocional porque aquele que está realmente fazendo, não está parando para ver se está fazendo, ele está fazendo porque sabe que é necessário, e desejará fazer mais e mais. Ele não parará para ficar avaliando: “agora sim, agora estou fazendo”.

Faça com este amor e você desejará dar mais amor. Na grande maioria das vezes será árido porque o mundo é árido, será difícil, porque este mundo cria dificuldades, será um grande exercício para a alma porque este mundo é uma escola mas será acima de todas as coisas libertador, porque você está trabalhando para desapegar-se, para libertar-se, para vencer, você não terá mais medo, você não terá mais dúvidas, não de como aprender, mas você não terá dúvidas do que precisa fazer, não precisa recorrer a nada para fazer, porque você fará, porque você dará as respostas, você estará inserido no contexto do trabalho divino com tal segurança que você dará respostas e instigará os outros a criarem respostas e é isso. É este o verdadeiro sentido.

Por isso não sintam medo de desapegar. Não digam a si mesmos “ ainda não estou pronto” porque ninguém jamais estará, se assim pensar. Estar pronto depende apenas da prontidão, esteja em prontidão e você está pronto. Porque Deus não precisa apontar para nenhum escolhido, em verdade Deus prepara aqueles que se apresentam, então apresente-se, porque você não sabe quanto tempo você terá até que todos os recursos do mundo sejam esgotados e você tenha apenas que se segurar na sua fé. Porque muitos cairão porque pensam que podem se segurar com seus recursos, os recursos são para serem usados junto com a fé. É extremamente importante saber que este corpo não é nada diante do que mente pode fazer para o bem, para o mal.

Por isso vença a mente limitada, dualista, a mente que está dentro de uma porção inferior de consciência. É preciso portanto despertar uma consciência superior e esta consciência só pode vir, só pode acontecer, se manifestar quando você perceber que lhe falta consciência, que a consciência que você tem não é suficiente e você deve e precisa saber que é necessário buscar mais consciência, esta consciência não é suficiente, almeje mais consciência, deseje mais consciência. Este desejo é um desejo de luz, não é emocional, nem carnal, desejar ter consciência não é paradoxal à dualidade. Perceba isto, deseje vencer as limitações de entendimento, porque na medida que você vence as limitações de entendimento buscando sabedoria, você equilibra as funções que te mantinham preso à doutrina da mente, ao dogma da mente, a doutrina do espírito falso que cria para você um dogma, uma doutrina.

Todos os seres têm o seu próprio dogma e a sua própria doutrina. A doutrina é o convencimento do espírito falso, das coisas que você acredita, o dogma é daquilo que você não abre mão porque pensa que já tem o suficiente e que está seguro com aquilo que tem. Ninguém está seguro até despertar a consciência, ninguém está seguro até ter fé suficiente, portanto para ter segurança é preciso ter fé. Para se ter segurança verdadeira é preciso ter fé absoluta, do contrário de que adianta sua luta para tornar-se um ser espiritual. O que é um ser espiritual? É um ser liberto, que conhece a sua origem, um ser que tem consciência daquilo que é integralmente, e vive isto, esteja encarnado ou não esteja encarnado. Não importa em que nível ele esteja.

Por isso para nos tornar um ser espiritual, agir como um ser espiritual. Agir como conhecedores da nossa origem, você não precisa ter lembrança, você tem que despertar a sua memória, é diferente. A lembrança é local, a memória é o continuum, quando você está dentro da memória você não está lembrando você está dentro do continuum do entendimento, do saber das coisas, não precisa ficar lembrando.

Então quando falamos que é imprescindível você despertar a consciência dos seus sentidos, significa despertar a memória dos seus sentidos. Desperte a memória dos seus sentidos, desperte a memória do seu sangue, dos seus neurônios, das suas células, desperte a memória de sua alma junto com a sua razão, desperte a memória daquilo que você é e então você se lembrará porque estará dentro do continuum outra vez. Terá reavivado, reconhecido a sua verdadeira identidade e aí esta identidade não mais perecerá, não mais será apagada, esquecida, não se perderá, não entrará nos enredos dos sansara. Não se perderá da origem porque ela se conectará a ela.

Qual seria o caminho seguro para o despertar desta memória? Qual é o caminho seguro, Onde está a segurança? Na fé no Pai. Esta vida ainda não é vida, é uma expressão, uma das várias e inúmeras expressões de manifestação dentro de um pequeno e limitado ciclo de consciência. Isto ainda não é vida. Porque? Porque você ainda não tem domínio sobre os seus pensamentos, seus sentidos. Você não domina aquilo que você é. E se você não domina, você não pode dizer que isto é uma vida completa. Você vive, mas não está dizendo para o seu corpo, ou para este existência: “ bom agora vou usar uma informação de outras vidas ou vou usar a energia de alguns órgãos do meu corpo”. Você não faz isto. Você não se recorda quando quer de existências de outros mundos, ou usa as energias de meridianos quando você quer, você espera ver o que acontece com você. A única coisa que você sabe é que você envelhece ou morre.

Você sabe que existe uma energia, você sabe que existe Deus, o Espírito Santo, mas o que mais você sabe na prática? Então é hora de aprender a usar o que você é. Não apenas o que você pensa saber, mas usar aquilo que você é e para usar o que você é, o caminho é através da fé, não uma fé simples, uma fé profunda, uma fé inserida dentro de uma proposta. Não é fé para ganhar dinheiro, não é fé para pagar dívidas, é fé para servir a uma proposta que pede para que você sacrifique aquilo que está entupindo os canais de percepção, de entendimento, que está entupindo a passagem para a luz. A luz não pode passar enquanto estiver congestionada. Os pensamentos estão congestionando, os pensamentos, as emoções que são geradas pelos pensamentos, que não pertencem a vocês mas à massa do inconsciente coletivo.

Como você faz diferença na vida, como você consegue deixar a sua marca no mundo? Fazendo o que todos estão fazendo? Você está apenas continuando uma história……para fazer história, para deixar a sua marca dentro do plano do Pai é preciso que você quebre a continuidade daquilo que é a repetição de pensamentos. Pare de repetir os pensamentos, perceba se os pensamentos que você tem não resolvem o problema que você está vivendo, então eles não te servem, você está apenas sofrendo com eles. Porque permitir que eles estejam em você se a forma de pensar que você está usando não te deixa feliz, então é um truque, estes pensamentos não servem. É um truque dos sentidos, da massa, do inconsciente, é um truque das forças inferiores, do espírito falso, é um truque do meridiano de Judas dentro de você, para você tirar o foco do que interessa.

Quando você prestar atenção àquilo que interessa, não importa o que tenha na sua frente, não importa o que precisa ser feito, não importa quais sejam os aparentes obstáculos, nada te deterá a fazer o que precisa ser feito, isto é fé. Não importa o tamanho do abismo, não importa o tamanho da montanha, não importa o que o seu corpo sente. Não importa o que você passa, o que te digam, não importa que te prendam, não importa nada, porque você está com a atenção naquilo que interessa. Quando você desvia a sua atenção para aquilo que não é importante, sua energia está vazando, e você se convence de que precisa resolver aquilo mentalmente, sua mente não consegue resolver, ela vai sofrer, preocupar-se, vai perder energia.

Com o foco no propósito você ganha energia para resolver as coisas se precisarem serem resolvidas, porque se não precisar abra mão delas, senão precisar, pergunte-se 3 vezes sobre algo que está te incomodando, sobre algo que está te desafiando, algo que esteja te ameaçando. Porque? Porque? Porque? Se não há resposta, siga em frente. Não é necessário, siga em frente.

Quando o teu racional te der respostas racionais e emocionais, “porque o outro me fez isto ou aquilo, eu senti isto ou aquilo, porque não gosto disto, não gosto daquilo, porque me feriu, me maltratou”, isto é tudo subterfúgio. Deus não está nestas coisas, não pense que está. Esta não é a vida real, isto é um truque para você perder energia você não vai resolver estes problemas. Eles serão resolvidos se você tirar a energia deles. Tire a energia deles e eles são resolvidos, com uma palavra ou um olhar que você dá, pronto, desconectou-se daquele carma. Esta vida é irreal, vai fazer você ficar alimentando este carma mentalmente, mentalmente, mentalmente e você já perdeu um ano de energia em apenas 3 horas.
Pense sobre isto. Você vai ficar alimentando algo que não precisa ser resolvido.

Se precisa ser resolvido, não com a energia que você tem para fazer coisas mais importantes, com coisas que são superiores , com coisas que são essenciais. Então é como uma criança teimosa e cheia de birra, que ficará chorando, chorando e enchendo você enquanto você tenta agradá-la e não consegue. Quando você para de dar atenção para ela, ela vai espernear, você continua não dando atenção, ela vai continuar esperneando até ela esquecer ou dormir.

O que as energias negativas do pensamento, do espírito falso ou de qualquer outra forma se alimentam da sua atenção emocional, se alimentam de sua atenção espiritual e você fica preso naquilo, quando a luz verdadeira está diante de você. É por isso que Cristo disse: “muitos rodeiam a fonte mas ninguém entra nela”. Entre na fonte, use o que você consegue entender, o que você não consegue entender, não se preocupe, peça sabedoria e siga em frente. Aquilo que não vier ao discernimento da alma talvez não seja necessário naquele instante ou talvez você não esteja pronto energeticamente para receber tudo aquilo. Faça o que você pode fazer, use o que você tem , que esteja em sua mão. Não negue jamais a possibilidade de realizar, de ir e você vai sentir o quanto você é capaz quando você realmente fizer, quando você realmente praticar com a alma.

Não usando subterfúgio do “eu pelo menos estou fazendo”, porque você saberá o quanto você é capaz de dar e saber o quanto se é capaz de dar é uma graça, percebam isto. Entendam o que estamos dizendo a vocês hoje. Significa, “ não percam mais tempo”, com o que tira a sua atenção e a sua energia. Façam o que pode ser feito, enquanto pode ser feito, e tenham fé verdadeira. Busquem a fé verdadeira, almejem e desejem a fé verdadeira porque ela não é dual e você já estará trabalhando, você deseja trabalhando, você deseja fazendo, realizando, você não deseja esperando. Trabalhe, trabalhe, não perca tempo, use dos anos de vida que vocês têm ainda com suporte físico para fazer o que é preciso fazer e confie acima de todas as coisas que vocês não estarão sozinhos.
Sebastian, existe algum exercício que a gente possa fazer para acessar a energia?
Neste caso a energia é a vida. Vocês conhecem tantos mantras e palavras sagradas, o que vocês não precisam mais é encher-se de exercícios. Vocês precisam usar com mais amor o que vocês já têm. Poderíamos dar outros exercícios, mas quantos mais? Cristo disse “se tiver a fé do tamanho de uma semente de mostarda, dirá para a montanha se jogar ao mar e ela fará isto”. Vocês precisam usar o que vocês já têm. Vejam, se o mundo lhes tirar tudo do mundo, o que lhes restará? Tudo. Em verdade vocês não perderam nada e aí vão perceber que sempre tiveram tudo, sempre. Não precisaram de livros, de nada, sempre esteve com vocês.

Um dia destes, vão para um lugar onde não exista nada, uma sala vazia por exemplo, quando falamos vazia, é absolutamente vazia. Sente-se no centro da sala e veja a sua imensidão. Infelizmente vocês não podem ir para um deserto, não há desertos próximos, mas se puderem ir para um lugar onde esteja apenas vocês, vocês verão a grandeza de Deus que há dentro de vocês. Percebam portanto a grandeza de Deus que há dentro de vocês, onde quer que estejam, no meio de todas as coisas ou do aparente nada. Porque se nada lhes restar, vocês nada perderam, toda a verdadeira riqueza está dentro de vocês. Sempre esteve e sempre estará. Confie nisto.

E assim então vamos nesta oração, pedir a luz e a presença dos irmãos e irmãs na luz da família de Deus Ammi Shaddai, dos mentores espirituais que trabalham com cura, dos mentores espirituais que trazem o ensinamento, dos mentores espirituais que trabalham conosco e que estejam aqui impondo as suas mãos, pedimos também que estes mentores espirituais, estes seres da família divina, estejam impondo as suas mãos sobre todos os que necessitam em todos os lugares mas que nos auxiliem, os fortaleçam, nos dêem coragem espirituais, a cura das limitações, cura de toda a ignorância. Estamos juntos agora, nossas mãos estão unidas, que os nossos mentores, guias, irmãos, parceiros, que a Hebra Kedusha, a divina irmandade de luz, abençoe a todos e toda a humanidade. Não tenham medo, vocês não estão sós. Que no amor divino do Pai, Abba Nartoomid, Pai da luz eterna e Imma Nartoomid, mãe da luz eterna, que no nome do Cristo Meshia, Meshia B’nai Meshia, que no nome do Huac Hackodesh, Shekina, Espírito Santo, Aguius Gnoima, Aguius Pneuma, Aguius Pleroma, que no teu nome grande Hu, Pai Eterno, Ya, que sejamos todos nós e seja todas as suas criações, em todo o universo, na Tua luz e no Teu amor, sejamos abençoados, amen, amen, amen, e amen.
Fiquem todos em paz, que a luz esteja sempre conosco.

Esta entrada foi publicada em Sinergia. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.